0

Direito a prioridade...

Uma coisa que ainda não aprendi, foi me fazer valer do direito da prioridade que Pedrinho tem (por ser considerado espectro autista) em qualquer serviço de atendimento que ele venha a necessitar. Uma coisa que não gosto é passar na frente das pessoas! Fato! Mas quando se trata de Pedro, o buraco é mais embaixo! Ele não suporta esperar horas em um ambiente fechado, fica agitado, começar a gritar e a me puxar para porta com vontade de ir embora. Tenho que ter diversas cartas na manga para ir ocupando-o de tudo que eu possa imaginar Ex: lanche, brinquedos, passeios em torno do lugar onde estamos, enfim...
Mas quando essas cartas acabam...realmente a situação fica insuportável, até o meu humor vai embora.

Quando viajamos de avião tenho que pedir para sentar na fileira da frente, explico que ele fica stressado com aquele ambiente apertado, começa a gritar, e isso poderá incomadar os passageiros. Eles me atendem na hora.
Mas ontem tive que levá-lo a urgência pois está com uma tosse seca há 15 dias, quando chegamos lá, tinha umas vinte crianças na frente dele, esperei meia hora (calada) para fazer minha fichinha e nada. Não disse  que ele era autista e tinha direito a prioridade. Ele tava calminho e resolvi encarar, depois de meia hora a paciência dele já havia se esgotado e a minha também!
Liguei para outros hospitais e resolvi pedir os documentos de volta para procurar outro atendimento. Foi quando ouvi uma gracinha do recepcionista:

- Eu acho melhor a senhora esperar!
- Vou te pedir de novo, me dá meus documentos por favor, vou para outro hospital!
- Uma paciente impaciente...kkk - ele disse rindo olhando para as outras mães que tb riram
- Olha aqui meu filho, não estou perguntando a sua opinião, vc não sabe o dia que eu tive e nem o que vou ter daqui pra frente. Não sabe nada do meu filho e nem de mim! Pra seu governo nós temos prioridade no atendimento (neste momento ele começou a olhar Pedrinho procurando uma deficiência). Mas eu, a impaciente aqui, não quis passar na frente dessas outras pessoas que estão achando graça do que vc está dizendo. Portanto me dá logo isso aqui.

Saí de lá com a certeza de que não vale a pena abnegar certas coisas. E da próxima vez vamos exigir nosso direito!

0 comentários:

Postar um comentário